Citroen se retira do WRC de imediato

A equipe Citroen Racing anunciou nesta quarta-feira sua imediata retirada do WRC (Mundial de Rali da FIA) declarando que a decisão de Sebastien Ogier de assinar contrato com Toyota a deixou sem alternativas.

O anúncio da equipe francesa explica: “A decisão da retirada da Citroen do programa do WRC em 2020 é devido à ausência de um piloto de primeira classe disponível para o próximo ano”.

A Citroen dominou o Mundial de Rali na última década, e assim sua saída causará um grande impacto no WRC, que no momento não pode ser completamente avaliado. Na verdade todos no WRC perdem com essa decisão.

Sebastien Loeb 9 x campeão na Citroen

A Citroen conseguiu seu primeiro campeonato em 2004, com Sebastien Loeb ao volante, e repetiu a dose nos oito campeonatos que vieram em seguida. Foram nove títulos para Loeb e oito para a Citroen, sempre com Loeb ao volante.

A dupla Citroen e Loeb massacrou todos os concorrentes em todas aquelas temporadas, mas de 2013 até agora, a Citroen competiu com alguma dificuldade, mas sempre em alto nível, tanto que encerrou a temporada de 2019 em terceiro lugar, com Ogier ao volante, com o francês também terminando em terceiro no campeonato.

Provavelmente a maior causa de desgosto da equipe foi o modelo C3 WRC, que só venceu três ralis neste ano, e apenas seis ralis nos três anos, isto é, desde seu lançamento, que coincidiu com o retorno da equipe ao WRC.

Ogier será oficialmente declarado piloto da Toyota até a próxima segunda-feira, e pilotará junto a Elfyn Evans e Kalle Rovanpera.

726.660FJPB82.1

Link permanente para este artigo: http://www.esportesmotor.com/?p=11402

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com