«

»

maio 23 2015

Imprimir Post

GP2: novo motor aumenta confiança de Negrão em Mônaco

André Negrão conversa com sua equipe, a Arden

André Negrão conversa com sua equipe, a Arden

As súplicas, finalmente, foram ouvidas e André Negrão terá um novo motor na terceira rodada dupla da Fórmula GP2 neste fim de semana em Mônaco. O piloto da Arden International vinha queixando-se da falta de rendimento desde o GP da Rússia em outubro último, mas só agora a Mecachrome – empresa que fornece e faz a manutenção dos V6 da categoria – se rendeu às evidências e autorizou a troca.

Negrão chegou ao principado na véspera e hoje realizou o habitual reconhecimento do circuito montado nas ruas do principado. “A não ser por alguns guard-rails que foram substituídos, tudo continua igual ao ano passado”, relatou o campineiro. A certeza de que o motor velho foi aposentado aumenta a confiança num bom resultado, talvez até superior ao 8º e 9º na abertura do calendário no Bahrein. “Aqui nem é tanto uma pista onde o motor faça tanta diferença, mas é bom saber que pelo menos não estaremos em desvantagem”, lembrou.

De acordo com Negrão e os dados coletados pela Arden, o motor que vinha sendo utilizado era inferior ao dos rivais não apenas nas saídas de curva como de velocidade final. “Mas o pior era mesmo em condições de temperatura elevada. Aí é que a diferença aparecia mais”, lembra. Em Mônaco, no entanto, o calor não deve ser uma questão particular, pelo menos segundo a previsão da meteorologia.

Novamente incluída na programação de uma das corridas mais tradicionais da Fórmula 1, a GP2 terá um formato ligeiramente alterado em relação às demais etapas. Os treinos livres, a sessão classificatória e as provas foram antecipados em um dia. O grid da quinta etapa será conhecido depois do qualifying, dividido em dois grupos em função das diminutas dimensões do traçado. Os 25 pilotos terão a tarefa de impedir que o belga Stoffel Vandoorne (ART GP) conquiste a sétima pole consecutiva. Negrão, que ocupa a 13ª colocação com três pontos, reconhece que as chances de um bom resultado em Mônaco passam pela posição de largada. “Ultrapassar aqui sempre foi complicado e não deve ser diferente desta vez. Um treino classificatório ruim atrapalha até a segunda corrida, já que o grid é formado pela ordem de chegada da primeira. Por isso, vamos trabalhar duro para fazer um ótimo qualifying.”

Link permanente para este artigo: http://www.esportesmotor.com/?p=11529

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>