Coronavirus já afetou 150 corridas no Mundo

150 Baixas e… ainda contando!

Nesta terça-feira (01/09) o WTCR confirmou o cancelamento da etapa de abertura da temporada na Áustria.

Mas a organização do antigo WTCC conseguiu encontrar uma alternativa, e no lugar da Áustria entra a Bélgica, usando a mesma data original, mas agora no circuito de Zolder.

Veja quando estas categorias vão começar – ou recomeçar – suas temporadas

Na quarta-feira (26/08) também já tinha sido confirmado o cancelamento do Rali da Alemanha, que tinha sido confirmado apenas uma semana antes. Com isso serão apenas 7 etapas

Na quarta-feira (19/08) já tinha sido confirmado o cancelamento do Rali do Japão, que estava sob intenso risco. Mas o WRC confirmou que em seu lugar colocará o Rali da Bégica (Rali Ypress).

No sábado (01/08) um novo repique já tinha obrigado a novo adiamento na IndyCar, isso mesmo após várias corridas já terem sido disputadas: as duas de Mid-Ohio foram atingidas.

Não foi anunciada uma nova data, mas a organização espera realizá-las até meados de outubro.

Na quinta-feira (30/07) o Mundial de Rali Cross já tinha anunciado o cancelamento da etapa de Abu Dhabi, que seria disputada no Yas Marina, ainda por causa da pandemia.

Depois de duas semanas de calmaria, no domingo (26/07) a IndyCar anunciou que as etapas de Portland e Laguna Seca foram definitivamente canceladas, devido a pandemia do Coronavírus.

No lugar de Portland será feita uma rodada dupla em Mid-Ohio, no fim de semana de 08 e 09 de agosto, e no lugar das duas em Laguna Seca, serão feitas mais uma em Gateway e outra no Misto de Indiana.

Na quarta-feira (08/07) a MotoGP tinha confirmado que a etapa de Austin, anteriormente indicada como apenas adiada, foi agora oficialmente cancelada.

Na primeira quarta-feira do mês (01/07) o WRC já tinha confirmado que o Rali da Argentina, que constava apenas como adiado sine die, foi oficial e definitivamente cancelado .

Duas outras sexta-feiras atrás (12/06) a Fórmula 1 confirmou oficialmente que não mais haverá os GPs do Azerbaijão, Japão e Cingapura, etapas que até agora constavam como apenas adiadas sine die.

Na quarta-feira (10/06) a MotoGP já tinha anunciado o cancelamento de dois GPs: o da Inglaterra e o de Mugello. Mas a categoria promete um calendário revisado ainda nesta semana. Assim a temporada 2020 deverá começar apenas pelo GP de Brno, ainda agendado para 09 de agosto.

Na terça-feira (09/06) o WRC já tinha anunciado o cancelamento do tradicional Rali de Gales (o Rali da Inglaterra), por falta de condições de atender às determinações da área de saúde por causa da Covid-19.

Com isso restam apenas três etapas para o término da temporada, e fica todo o restante da temporada sob grande risco também.

Nesta quinta-feira (04/06) mais uma temporada inteira foi cancelada, com o anúncio de que a W Series só retornará em 2021.

Mais cedo o WRC anunciava outro cancelamento, agora o Rali da Nova Zelândia, enquanto o DTM teve que cancelar a abertura da temporada, em Norisring.

Na quarta-feira (03/06) a organização do WRC anunciou que cancelou o Rali da Finlândia. Além disso colocou sob risco a realização do Rali da Nova Zelândia. A razão é por causa de restrição das viagens, para aqueles países, para cidadãos de outros países.

Na segunda-feira (01/06) foi a vez da IndyCar anunciar que cancelou toda a temporada da Indy Lights, que teria nove etapas, em conjunto com a Indy Pro 2000.

Mais cedo a MotoGP já tinha anunciado que foi cancelado o GP do Japão, e que todas os GPs até novembro, serão na Europa. A razão é apenas econômica, tendo em vista as perdas pela pandemia, e os custos de um deslocamento até a Ásia.

Na sexta-feira (29/06) tanto a MotoGP quanto a SuperBike confirmaram, respectivamente, que tiveram de cancelar e adiar duas etapas cada uma delas.

Na SuperBike a etapa de Donington foi adiada sine die, já a de Assen foi adiada para 23 de agosto. Na MotoGP foram canceladas as etapas de Silverstone e de Phillip Island.

Na sexta-feira (22/05) o Mundial de Ralicross já tinha anunciado o cancelamento da etapa da França, e a Fórmula 1 recebeu o aviso que as restrições de viajantes à Inglaterra não serão suspensas, com isso devendo cancelar as duas provas em Silverstone.

Para terminar o dia o WRC pode ter que cancelar os ralis do Japão e da Nova Zelândia, pelo mesmo motivo.

Na quinta-feira (21/05) a IndyCar confirmou mais dois cancelamentos, isso depois de ter anunciado um novo calendário. As etapas de Richmond e Toronto foram as canceladas agora.

Na sexta-feira (15/05) O WRC confirmou que o Rali do Quênia – que voltaria depois de 18 anos de ausência – foi cancelado. O próximo evento, o Rali da Finlândia, está sob risco, podendo ser adiado para setembro ou outubro.

Na primeira terça-feira (05/05) ficou claro que duas etapas da European Le Mans Series – Paul Ricard e Spa – ficaram sob imenso risco, já que as proibições a grandes eventos públicos, pelos governos locais, se estendem além de suas datas agendadas. Provavelmente serão adiadas ou canceladas nos próximos dias.

No feriado de 1º de maio a Fórmula E anunciou o cancelamento das três últimas corridas da temporada: a de Nova Iorque e as duas de Londres. Assim não há mais etapas programadas para esta temporada.

Mas a organização ainda não anunciou o encerramento da temporada, pois ainda tem – como adiadas apenas – seis etapas passadas.

Na quarta-feira (29/04) a MotoGP, de uma tacada só, já tinha cancelado definitivamente três corridas: a da Alemanha, a da Holanda e também a que estrearia em 2020, o GP da Finlândia. Assim será a primeira vez na história da MotoGP que não haverá um GP da Holanda.

Na última segunda-feira (27/04) a Fórmula 1 confirmou o cancelamento – como já era esperado por muitos – do GP da França, que não será remarcado para este ano.

Na quinta-feira (24/04) foi a MotoGP que tinha anunciado mais dois adiamentos, mas já apontando para um possível cancelamento: o GP da Holanda e o GP da Finlândia.
O da Finlândia, é porque não haverá condições de a FIM homologar o novo circuito neste momento.

Na quarta-feira (22/04) tinha sido a Stock Car que anunciou o adiamento de três rodadas duplas, as de Londrina, Interlagos e Velo Cittá, para o segundo semestre, mas sem marcar data.

No sábado passado (18/04) já tinham sido definidas alterações na SuperBike, com o cancelamento de Imola e o adiamento de Aragón e Misano. Mais cedo também tinha sido confirmada que a etapa de Portugal do WTCC tinha sido cancelada, pouco depois que a etapa da Alemanha já tinha sido cancelada também.

Na tarde da sexta-feira (17/04) foi a vez da Nascar Cup decidir pelo adiamento sine die de sua etapa de Martinsville. Mais cedo a MotoGP já tinha anunciado que decidiu pelo adiamento do GP da Alemanha, originalmente agendado para 21 de junho.

Como tem acontecido nas últimas semanas, este também foi adiado sine die. O problema é que agora vai faltar ano para que as categorias encontrem novas datas para esses eventos ou, com certeza, para vários deles, que terão que ser cancelados num futuro breve.

Também a organização da Euroformula Open anunciou o adiamento sine die de sua etapa em Hockenheim. Isso depois de já ter adiado as etapas iniciais de Pau, Spa e Barcelona.

Na quinta-feira (16/04) a Fórmula E praticamente encerrou a temporada 2019/2020, após ter que adiar a etapa de Berlim, e colocar sob grande risco as etapas finais de Nova Iorque e Londres.

Pela manhã já tinham sido colocadas sob risco duas etapas do DTM: a de Norisring e a já anteriormente adiada de Zolder. Ambas por causa das decisões governamentais, que atingem as datas escolhidas.

Na quarta-feira (15/04) o GP da Bélgica tinha sido colocado sob grande risco, porque o governo belga ampliou até final de agosto, o banimento de grandes eventos públicos ou privados. Por causa dessa decisão a 24 Horas de Spa acabaram adiadas, por enquanto sine-die.

Já na segunda-feira (13/04) tinha aumentado muito o risco de cancelamento ou adiamento para o GP da França de Fórmula 1, com a continuidade das restrições a eventos públicos, pelo menos até meados de julho.

Na última quarta-feira (08/04) mais dois eventos foram afetados, com os adiamentos dos eventos do Mundial RalyCross, na Bélgica e na Noruega.

Antes, na terça-feira (07/04) a MotoGP e a Fórmula 1 já tinham decidido por novos adiamentos sine die. O GP do Canadá na F-1 e os GPs da Itália e da Catalunha (Espanha) na MotoGP, o que afeta também as categorias de base: Moto2 e Moto3.

Já no começo da semana, na segunda-feira (06/04), a onda começou com a decisão da IndyCar em cancelar também a etapa dupla em Detroit, que seria disputada em 30 e 31 de maio, tínhamos alcançado a marca dos 78 eventos afetados.

Ainda na quinta-feira passada (02/04) também a MotoGP anunciou que seu GP da França, que seria disputado em Le Mans, a 17 de maio, tinha sido adiado sine die.

Na quinta-feira anterior (26/03) a IndyCar já tinha adiado as duas corridas em Indianápolis, a no Misto para 4 de julho, e a Indy500 para 23 de agosto. Mais cedo a MotoGP já tinha anunciado o adiamento de outro GP, agora o de Jerez, na Espanha, que seria em 03 de maio. Mas o adiamento, agora, é sine die.

Nesta quarta-feira (25/03) o DTM já tinha entrado na dança e, de uma só leva, adiou todas as cinco primeiras etapas de sua temporada. Com isso a temporada só começará em julho

Na terça-feira (24/03) o único evento que tinha sobrado em abril caiu fora. A SuperBike decidiu adiar a etapa de Assen. Mas sérios riscos de cancelamento correm as duas etapas seguintes: Imola e Aragón que estão no epicentro da pandemia na Europa.

Mais cedo o WRC já confirmara mais dois adiamentos: os ralis de Portugal e da Sardenha. Nenhum dos dois eventos tem ainda uma nova data para ser realizado.

Na segunda (23/04) a F1 já tinha perdido mais um GP por causa do Covid-19, mas agora por decisão do organizador: o GP do Azerbaijão, em Baku. Com isso a temporada vai começar apenas pelo Canadá, em 14 de junho.

Mas agora o GP do Canadá também se coloca em risco e tem tudo para não acontecer, pois o governo canadense declarou, neste domingo, que não estará na Olimpíada de Tóquio. Se isso acontecer, a temporada da F1 ficará reduzida de 22 para apenas 12 etapas, e sua realização poderá ser cancelada inteiramente.

Isto também significa que a F2 também perdeu mais outra etapa dupla.

No sábado (21/03) mais dois eventos já tinham sido adiados sine die: as etapas da Espanha e de Portugal da WRX (World Rallycross).

Na quinta passada (19/03) a F1 já tinha adiado mais três etapas de sua temporada, que não consegue mais saber quando começará. Por causa da pandemia ela decidiu adiar SINE DIE os GPs da Holanda, da Espanha e de Mônaco.

Horas depois o Automobile Club de Monaco decidiu cancelar a etapa, antes adiada, de forma definitiva.

Isso afeta também a F2 e a F3, que seguem a F1 como suporte aos GPs da F1. Também a abertura da temporada da F-Regional Europeia (novo nome para a antiga F-3 Europeia) foi adiada, afetando a etapa de Paul Ricard na França, passando a abrir a temporada dias 16 e 17 de junho em Monza – o que parece ser muito improvável de ser confirmado.

Na terça (17/03) a Nascar já tinha decidido adiar (talvez acabe cancelando) outras cinco etapas: Texas, Bristol, Richmond, Talladega e Dover. Assim a temporada retorna só dia 09/05.

A IMSA também colocou mais dois eventos num adiamento sine die: Long Beach e Mid-Ohio.

A semana já tinha aberto (16/03) com nova baixa no Brasil, com a segunda prova da Stock Car também adiada, após a CBA ter cancelado todas as provas por 30 dias.

Mais tarde a WEC também adiou mais uma etapa de seu calendário: a 6 Horas de Spa-Francorchamps. Estes dois eventos não têm nova data determinada, e poderão acabar sendo cancelados.

A sexta-feira (13/03) já tinha terminado com uma corrida adiada também no Brasil, afetando a Corrida de Duplas, que de abertura da temporada agora passa a ser a penúltima etapa.

Mais cedo outros seis eventos já tinham sido afetados pela pandemia: as quatro etapas iniciais da IndyCar, incluindo St Petersburg, o Rali da Argentina, e a abertura do WTCR na Hungria.

Também outros eventos foram adiados sine die na F1: os GP do Bahrain e do Vietnã.

Lembrando que na noite da quinta-feira (12/03) a FIA e a F-1 concordaram em cancelar o GP da Austrália. Mais cedo, com a suspensão de eventos esportivos nos EUA, a Nascar decidiu manter as etapas de Atlanta e a de Homestead, mas ambas serão com portões fechados.

O anúncio da OMS de que o Covid-19 é agora tratado como uma pandemia, disparou uma enxurrada de adiamentos e cancelamentos, desde a quarta-feira dia 12 de março.

Nas últimas semanas diversos eventos dos Esportes a Motor foram cancelados ou adiados ao redor do mundo, principalmente quando a origem ou o destino são países afetados pelo COVID-19.

Relação dos eventos já afetados pelo Covid-19

CategoriaEventoEfeito
Fórmula 1GP da Austrália
GP do Bahrain
GP da China
GP do Vietnã
GP da Holanda
GP da Espanha
GP de Mônaco
GP do Azerbaijão
GP do Canadá
GP da França
GP da Bélgica
GP de Silverstone #1
GP de Silverstone #2
GP do Japão
GP de Cingapura
Cancelado
Adiado (29/11)
Adiado (04/10)
Adiado (22/11)
Cancelado
Adiado (23/08)
Cancelado
Cancelado
Cancelado
Cancelado
Sob risco
Sob risco
Sob risco
Cancelado
Cancelado
Fórmula EeP de Sanya
eP de Roma
eP de Jacarta
eP de Paris
eP de Seul
eP de Berlin
eP de New York
eP de Londres (2)
Adiado sine die
Adiado sine die
Cancelado
Adiado sine die
Adiado sine die
Adiado sine die
Cancelado
Cancelados
MotoGPGP de Losail (Qatar)
GP da Tailândia
GP de Austin
GP da Argentina
GP de Valência
GP de Jerez
GP da França
GP da Itália
GP da Catalunha
GP da Alemanha
GP da Holanda
GP da Finlândia
GP do Japão
GP da Inglaterra
GP de Mugello
Cancelado
Adiado (04/10)
Adiado (15/11)
Adiado (22/11)
Adiado (29/11)
Adiado sine die
Adiado sine die
Adiado sine die
Adiado sine die
Cancelado
Cancelado
Cancelado
Cancelado
Cancelado
Cancelado
SuperBikeLosail (Qatar)
França
Jerez
Assen
Imola
Aragón
Misano
Donington Park
Adiada sine die
Adiada (04/10)
Adiada (25/10)
Adiada (23/08)
Cancelada
Adiada (29/08)
Cancelada
Cancelada
Le Mans 24 HorasAdiada (p/ 5-6/09)
European
Le Mans Series
Barcelona
Monza
Paul Ricard
Spa
Adiada (29/08)
Adiada (11/10)
Sob grande risco
Sob grande risco
WEC /
IMSA
1000 Milhas de Sebring
6 Horas de Spa
Long Beach
Mid-Ohio
Adiada (18/07)
Adiada sine die
Adiada Cancelada
Adiada sine die
NascarAtlanta
Homestead
Texas
Bristol
Richmond
Talladega
Dover
Martinsville
Adiada (07/06)
Adiada (14/06)
Cancelada
Adiada (31/05)
Cancelada
Adiada (21/06)
Adiada (23/08)
Adiada (10/06)
IndyCarSt Petersburg
Long Beach
Alabama (Barber)
Americas (Austin)
Misto de Indiana
Indy 500
Detroit #1 e #2
Richmond
Toronto
Portland
Laguna Seca
Laguna Seca #2
Mid-Ohio #1
Mid-Ohio #2
Cancelado
Cancelado
Cancelado
Cancelado
Adiado (04/07)
Adiado (23/08)
Cancelados
Cancelado
Cancelado
Cancelado
Cancelado
Cancelado
Adiada sine die
Adiada sine die
WRCArgentina
Portugal
Sardenha
Quênia
Finlândia
Japão
Nova Zelândia
Inglaterra
Alemanha
Cancelado
Cancelado
Adiado
Cancelado
Cancelado
Cancelado
Cancelado
Cancelado
Cancelado
WTCR
(antigo WTCC)
Hungria
Alemanha
Portugal
Áustria
Cancelada
Cancelada
Cancelada
Cancelada
Stock CarCorrida de Duplas
Velopark
Londrina
Interlagos
Velo Cittá
Adiada (22/11)
Adiada sine die
Adiada sine die
Adiada sine die
Adiada sine die
Fórmula 2Bahrain
Zandvoort
Barcelona
Monte Carlo
Baku
Adiada (29/11)
Cancelada
Adiada (23/08)
Cancelada
Adiada (20/09)
FIA F3Bahrain
Zandvoort
Barcelona
Silverstone
Adiada (29/11)
Cancelada
Adiada (23/08)
Adiada (26/07)
F-Regional EuropeiaFrança
Monza
Imola
Cancelada
Adiada sine die
Adiada sine die
WRXEspanha
Portugal
Bélgica
Noruega
França
Abu Dhabi
Adiada sine die
Adiada sine die
Adiada (03/10)
Adiada sine die
Cancelada
Cancelada
Super FormulaSuzuka
Fuji
Autopolis
Cancelada
Cancelada
Sob risco
BTCCDonington Park
Brands Hatch
Oulton Park
Silverstone
Adiada (01/08)
Adiada (08/08)
Adiada (22/08)
Adiada (26/09)
DTMNorisring
Zolder
Lausitz
Igora Drive
Anderstorp
Monza
Cancelada
Adiada
Adiada (15-16/08)
Cancelada
Cancelada
Cancelada
GT Challenge Europa1000 Km de Paul Ricard
24 Horas de Spa
Adiada (15/11)
Adiada sine die
Euroformula OpenSpa
Barcelona
Pau
Hockenheim
Adiada (18/10)
Adiada (01/11)
Adiada sine die
Adiada sine die
Indy LightsRoad America
Mid-Ohio
Mid-Ohio #2
Madison
Indy 100
Indy Misto
Portland
Laguna Seca
St Peersburg
Cancelada
Cancelada
Cancelada
Cancelada
Cancelada
Cancelada
Cancelada
Cancelada
Cancelada
W SeriesIgora Drive
Anderstorp
Monza
Norisring
Brands Hatch
Assen
Austin
México
Cancelada
Cancelada
Cancelada
Cancelada
Cancelada
Cancelada
Cancelada
Cancelada

Obs 1: os adiamentos sine die poderão não ser possíveis de realização efetiva ainda neste ano, podendo então serem efetivamente cancelados.
Obs 2: os eventos sob risco estão muito próximos de tempos e locais onde a pandemia alcança situações passíveis de provocar novos adiamentos ou cancelamentos.

Confira quando as principais categorias do Esporte a Motor poderão recomeçar, ou mesmo simplesmente começar

186.387FJPB1.682

Link permanente para este artigo: http://www.esportesmotor.com/?p=12753

3 menções

  1. […] dos cancelamentos por causa da pandemia, o WRC já tinha anunciado novo Calendário, incluindo a Bélgica. Mas a categoria agora cancelou o […]

  2. […] todos os eventos já afetados pela pandemia (já passam de 100 no […]

  3. […] O Coronavirus já afetou mais de 90 corridas no Mundo […]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com