Schumacher: 7 anos de luta e segredo

O estado de saúde do alemão Michael Schumacher continua sendo uma grande incógnita, mesmo depois de sete anos de seu trágico acidente, quando o heptacampeão esquiava nos Alpes franceses.

Foi no dia 29 de dezembro de 2013 que o mundo do automobilismo ficou sabendo das notícias que chegavam de Maribel, uma estação francesa nos Alpes, contando sobre a queda do multicampeão da Fórmula 1 Michael Schumacher, enquanto esquiava, e que teria batido muito forte sua cabeça contra uma grande pedra, fora do circuito básico de esqui do local.

Desde esse primeiro momento, quando algumas informações davam conta da extrema gravidade do acidente, e onde seu capacete teria se partido com a enorme força do choque, e ele teria entrado em coma induzido, o que nunca mais tivemos foram notícias precisas, já que sua família o cercou de todas as barreiras possíveis, usando de seu direito à intimidade de seu estado de saúde.

Soube-se apenas que primeiro o ex-piloto foi levado à um hospital na cidade suíça de Lausane. Em setembro daquele ano ele foi transladado para sua casa, onde sua esposa e a família construiu uma clinica médica, com os melhores profissionais do ramo sempre ao seu lado.

Falou-se, recentemente, que ele teria sido transferido para o Hospital Georges-Pompidou, na França, onde ele receberia um tratamento “secreto”, com o dr. Philippe Menasché, mas este informou, mais tarde, que isso nunca foi uma verdade.

Sem nenhuma informação vinda da família, tudo o que se soube foi sempre a conta-gotas, por isso se imagina que muitas notícias foram apenas fakes.

Atualmente se conta que a família levou Michael para uma casa na Espanha, onde novamente uma clínica médica completa teria sido construída para cuidar dele.

Um de seus amigos, ex-chefe da Ferrari e atual presidente da FIA, Jean Todt, recentemente informou que visitava Michael pelo menos duas vezes por mês, e que já conseguia acompanhar a carreira do filho Mick, que já estará na Fórmula 1 a partir de 2021. Ele declarou: “Ele está lutando. Espero que o mundo possa vê-lo pronto de novo. É por isso que ele e sua família estão lutando todos os dias”.

Dava-se assim a esperança que o alemão estava se recuperando bem, mas a ex-mulher de Flavio Briatore, Elisabetta Gregoraci, declarou que ele não fala, que só se comunica com os olhos e que apenas três pessoas podem vê-lo.

Michael Schumacher – o Kaiser – completará 52 anos no próximo dia 3 de janeiro. Será que conseguiremos voltar a vê-lo? ou, pelo menos, teremos maiores notícias sobre seu real estado cognitivo?

305.910FJPB248

Link permanente para este artigo: http://www.esportesmotor.com/?p=16438

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com