F1: Análise dos Testes Coletivos

Encerrados os testes coletivos de pré-temporada da Fórmula 1, é hora de analisarmos em detalhes o que cada equipe conseguiu realizar ao longo desses três dias no Bahrain, e projetar o ano.

Fica claro que a Red Bull tem um enorme potencial para a temporada 2021 da Fórmula 1. Não precisou dar tantas voltas quanto AlphaTauri, Alfa Romeo e Ferrari, – que somaram mais de 400 voltas cada uma nestes três dias -, e mesmo assim conseguiu liderar dois dos três dias.

A Mercedes teve alguns problemas e foi a que menos rodou no acumulado de voltas, mesmo assim conseguiu liderar o segundo dia de testes e aparece em nosso Infográfico como a segunda melhor equipe dos testes.

Confira tudo o que rolou nos Testes de Pré-temporada e os Tempos de cada dia

A Aston Martin parece uma incógnita – lembrando que foram apenas três dias, um universo muito pequeno para análises estatísticas mais robustas – pois teve problemas e foi a que menos conseguiu rodar. Provavelmente, se não conseguirem sanar seus problemas, ela ficará disputando a parte de baixo da tabela com a Williams e a quase-defunta Haas.

Tudo sobre os Esportes a Motor
Fórmulas, Motos, Turismo, Rali e muita Estatística

A grande dificuldade é apontar a exata relação das equipes do centrão – aquelas que lutarão pelas colocações de quarta a sétima no Campeonato de Construtores. A Ferrari pode até não ser a terceira no campeonato, mas ela deveria estar melhor no Infográfico acima. Pode ser simplesmente aquela situação comum para os testes de pré-temporada (no caso dela estar escondendo o jogo):

Lembrando que os testes de pré-temporada são feitos para permitir os ajustes finos nos carros (suspensão, assoalho, motor, aerodinâmica, etc). Mas, além disso, temos que considerar que, além desses ajustes mecânicos, tem dois tipos de comportamento que várias equipes lançam mão, querendo jogar poeira nos olhos dos fãs, concorrentes e patrocinadores:
1) as que tudo fazem para parecer mais rápidas do que serão na verdade, e
2) aquelas que fazem exatamente o oposto, não querem dar bandeira mostrando a real performance de seus carros.

São quase 1.500 biografias e estatísticas de Pilotos dos mais importantes Esportes a Motor no Mundo

Comparando o Índice SS-TPT com o Power Rank da F1 e com comentários de Chandhok

A Fórmula 1 indicou seu Power Rank da pré-temporada, assim como o ex-piloto – e agora comentarista – Karun Chandhok. E comparando-os com a nossa própria, notamos que nossa avaliação (bem técnica) com a da F1 (sem muitas justificativas técnicas) e com a da Chandhok se igualam tanto nas duas melhores (Red Bull e Mercedes) quanto nas duas piores (Williams e Haas). Assim aqui todos concordamos de forma equânime e unânime.

Mas nas demais não houve quase nenhum consenso. Chandhok colocou a AlphaTauri como a terceira força da nova temporada, assim como o EsportesMotor também o fez. As demais diferenças podem ser explicadas por ninguém ter certeza de quem estava apenas escondendo o jogo, de quem queria parecer melhor do que realmente estava, ou de quem estava naquele patamar mesmo.

De qualquer forma gostaríamos de deixar nossos comparativos lado-a-lado aqui registrados, e voltaremos aqui ao final da temporada para saber quem julgou melhor os três dias de testes – o que estatisticamente não representa um bom universo para maiores acertos:

#EsportesMotorF1Chandhok
Red BullRed BullRed Bull
MercedesMercedesMercedes
AlphaTauriMcLarenAlphaTauri
FerrariAlpineMcLaren
Alfa RomeoFerrariAston Martin
McLarenAlphaTauriAlpine
AlpineAston MartinFerrari
Aston MartinAlfa RomeoAlfa Romeo
WilliamsWilliamsWilliams
10ªHaasHaasHaas
Veremos, após a terceira etapa e também ao final da temporada, quem acertou mais na relação de desempenho entre as equipes
698.872FJPB500.1

Link permanente para este artigo: http://www.esportesmotor.com/?p=17808

1 menção

  1. […] F1: Análise dos Testes Coletivos […]

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com