Yamaha derrota a Honda na MotoGP e na SBK

A Yamaha completou uma temporada de sonho em 2021 no Motociclismo. A equipe japonesa levou os títulos da MotoGP, SuperBike e da SBK SSP, deixando a Honda com uma temporada para esquecer.

As duas fabricantes japonesas são as mais laureadas desde a criação da MotoGP, entre ambas levaram 35 títulos das últimas 39 temporadas. Honda ainda é a que mais títulos conquistou, com 21 contra os 14 da Yamaha, porém suas duas últimas temporadas foram para esquecer, já que ela se baseia basicamente numa moto feita para o estilo de pilotagem particular de Marc Marquez, que sofreu uma séria lesão e reduziu sobremaneira sua participação nas corridas.

Em 2009 a Yamaha atingiu um triplo histórico. Assim, para além de Spies no WorldSBK, Valentino Rossi prevaleceu no MotoGP e Cal Crutchlow o fez na WorldSSP, algo que nenhum outro fabricante tinha conseguido até aquela data.

Nesta temporada a Yamaha conseguiu um novo triplete, pois além do título de Fabio Quartararo, seu piloto na SuperBike, o turco Toprak Razgatlioglu destronou o multi-campeão Jonhatan Ream e de quebra levou também o título de Dominique Aegerter na Superbike SSP (SuperSport). onde a Yamaha vence desde a temporada de 2017.

São quase 1.500 biografias e estatísticas de Pilotos dos mais importantes Esportes a Motor no Mundo

Pelo segundo ano consecutivo, a Honda não somou campeonatos mundiais de velocidade em 2021. Os últimos títulos da marca nesta especialidade datam de 2019 com Lorenzo Dalla Porta (Moto3) e Marc Marquez (MotoGP). A lesão do espanhol em 2020 expôs todas as fragilidades da RC213V.

Os esforços da marca na SuperBike também foram em vão. Em 2020 contrataram Álvaro Bautista para liderar o desenvolvimento de uma nova CBR1000RR-R que acabou sendo uma decepção. O espanhol conquistou apenas três pódios em dois anos. Cansado de esperar, Bautista voltará à Ducati no próximo ano.

Para a temporada de 2022, a Honda se reinventará em ambos os campeonatos. A RC213V vista nos testes de pré-temporada foi remodelado de cima para baixo. Na SuperBike Iker Lecuona e Xavi Vierge farão parte da equipe oficial. Dois anos em branco é muito tempo para a marca de Tóquio.

Muitas dicas legais estão sempre aparecendo no Dica-Legal.com – venha conhecer, pois sempre tem muita informação importante para você usar no seu dia-a-dia no mundo atual!
896.226FJPB347.1

Link permanente para este artigo: http://www.esportesmotor.com/?p=22217

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com