O Caos criado pela Michelin

Pronto, Falei; e se Falei, Tá Falado!

|Tá Falado!|

A Michelin está envolvida numa grande controvérsia após o fiasco dos pneus que estouraram nos treinos para o GP da Argentina, disputada na semana passada em Termas de Rio Hondo. Entretanto muitos – inclusive jornalistas esportivos – vêm tentando minimizar a responsabilidade da fabricante de pneus francesa no episódio, o que até poderia ser considerado normal.

Entretanto – há alguns bons anos atrás – a Michelin também esteve envolvida com um outro problema, bastante similar ao da corrida na Argentina, mas que teve consequências piores e maiores, quando um GP da Fórmula 1 – o dos EUA de 2005 -, foi realizado com apenas seis carros na pista – exatamente apenas os das equipes que usavam os pneus da concorrência (que eram da Bridgestone).

Os pneus estouraram por lá, durante os treinos livres, e causaram um acidente mais sério com Ralk Schumacher, que teve que passar pelo hospital para atendimento médico, exatamente após um problema de fabricação dos pneus da Michelin terem sido descobertos.

A sugestão da Michelin era de que se construísse uma chincane, antes da reta principal daquele oval de Indianápolis, o que a FIA não autorizou, e então a Michelin recomendou às suas equipes que não corressem aquele GP, o que efetivamente aconteceu após a volta de apresentação, causando o GP com o menor número de carros na pista: foram apenas seis à correr, naquele malfadado mês de junho de 2005.

Ao final de tudo, o contrato da Michelin com a FIA foi abreviado, e a fabricante nunca mais teve seus pneus na F-1.

Então, não parece muito similar? com certeza que sim. O que isso significa? que os pneus da Michelin não são feitos para velocidades extremas – acima dos 300 km/h como os que os carros da F-1 e as motos da MotoGP atingem numa pista rápida.

Será que devemos tapar o sol com a peneira? Os interesses comerciais não deveriam prevalecer sobre as questões de segurança, e nesse caso a Michelin não deveria mais ser cogitada por nenhuma categoria dos Esportes a Motor séria.

Para quem quiser lembrar tudo sobre os problemas da Michelin, relativos a estas categorias, bastará clicar nos links abaixo, para relembrar mais detalhes de todo esse imbróglio:

 

Pronto, Falei; e se Falei, Tá Falado!

@ta_falado <== no twitter

Discorda? Concorda? escreva seu comentário aí embaixo…

Link permanente para este artigo: http://www.esportesmotor.com/?p=5689

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.