abr 03 2009

Alonso diz que não foi a primeira mentira da McLaren

O bicampeão mundial Fernando Alonso, da Renault, colocou um pouco de gasolina na fogueira sobre a desclassificação de Lewis Hamilton do GP da Austrália. O espanhol simplesmente declarou que esta não foi a primeira vez que a McLaren, sua antiga equipe, mentiu para os comissários da FIA.

Alonso citou como exemplo o GP da Hungria de 2007, quando na volta do treino de classificação Hamilton não foi capaz de completar a última volta e foi obrigado a esperar atrás de Alonso para última troca de pneus. Com essa demora, o britânico, que liderava o campeonato até então, acabou cruzando a linha de chegada quando o tempo já estava esgotado.

O incidente levou Alonso e Hamilton foram convocados pelos comissários para uma explicação sobre o incidente. O espanhol e a equipe foram penalizados, já que a FIA não aceitou as explicações da McLaren sobre o acontecido.

“Isso me lembra claramente o que aconteceu em 2007”, disse Alonso sobre a punição de Hamilton. “Não é a primeira vez que eles mentem para os comissários e uma hora eles seriam punidos. Naquela ocasião, eu perdi o título por apenas um ponto e minha corrida na Hungria foi prejudicada por aquele problema”, disse.

(Vista 1 vezes, 1 visitas hoje)

Link permanente para este artigo: http://www.esportesmotor.com/?p=78

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.