Falece Charlie Whiting às vésperas da abertura da temporada da F-1

Faleceu esta quinta-feira em Melbourne Charlie Whiting, diretor de corridas da Fórmula 1. A poucos dias do início da nova temporada naquela cidade australiana, sofreu uma embolia pulmonar e não resistiu, perdendo a vida aos 66 anos de idade.

A sua ligação à F1 começou há mais de quatro décadas, quando trabalhou com a equipe Hesketh em 1977, passando depois para a Brabham na década de 1980. Em 1988 começou a trabalhar para a FIA e desde 1997 ocupava o cargo de diretor de corridas.

Em comunicado, o presidente da FIA, Jean Todt, reagiu ao óbito: “É com profunda tristeza que soube da morte repentina do Charlie. Conhecia o Charlie Whiting há vários anos e foi um ótimo diretor de corridas, uma figura central e inimitável na Fórmula 1, que incorporou a ética e o espírito deste desporto fantástico. A Fórmula 1 perdeu no Charlie um amigo fiel e um embaixador carismático. Todos os meus pensamentos, os da FIA e de toda a comunidade do desporto motorizado, estão com a família e amigos dele e com todos os amantes de Fórmula 1”.

A FIA foi bem rápida e já anunciou seu substituto: será o australiano Michael Masi. Desde 2015, Masi é o diretor de provas da V8 Supercars – evento que sempre faz a preliminar da corrida da F1 naquele país. Ainda não se tem a confirmação de Masi para o restante da temporada da categoria em 2019.

FJPB49

Link permanente para este artigo: http://www.esportesmotor.com/?p=7875

Deixe uma resposta

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com