Hamilton em Mônaco: da pole à vitória na frente

Lewis Hamilton fez valer sua pole no GP de Mônaco para vencer a sexta etapa da Fórmula 1, mesmo sofrendo com os pneus dianteiros mais moles, muito desgastados. A luta de Max Verstappen, muito mais forte nas últimas 10 voltas, não conseguiu fazer valer a maior velocidade do holandês da Red Bull.

Mas a luta entre ambos foi bem intensa tanto que, a duas voltas do final, na saída do túnel e na entrada da chicane, Verstappen tocou no pneu traseiro da Mercedes de Hamilton, que passou reto na chicane, mas não houve punição para nenhum deles.

Após a corrida foi confirmado que Verstappen acabou punido, mas não com posições na prova nem no próximo grid. Ele tomou mais 2 pontos na carteira de piloto da F-1.

Antes deste incidente, um anterior – dentro dos boxes – gerou uma punição de 5 segundos para o mesmo Verstappen, que foi liberado pela Red Bull de forma precipitada e perigosa, e seu carro acabou espremendo o de Valtteri Bottas no mundo interno.

Esta foi a terceira vitória de Hamilton em Mônaco, sua quarta só nesta temporada, com o piloto inglês alcançando a marca de 77 vitórias na categoria, e ficando mais perto do recorde de 91 obtidas por Michael Schumacher.

E pela primeira vez, na temporada 2019 da F1, não houve uma dobradinha da Mercedes, já que mesmo com a punição de 5 segundos dada à Verstappen, por saída perigosa dos pits em cima de Valtteri Bottas, o finlandês só conseguiu a terceira colocação, com Sebastian Vetel e sua Ferrari herdando a segunda colocação da prova.

Em seguida, além de Verstappen que caiu para quarto no resultado oficial da prova, vieram Pierre Gasly – autor da melhor volta da prova, completada em 1min14,279s (à 161,876 km/h) -, Carlos Sainz Jr.

Os pilotos da Toro Rosso, Daniil Kvyat e Alexander Albon, completaram o Top 8 da prova, com Albon alcançando o seu melhor resultado em sua temporada de estreia.

Charles Leclerc, monegasco que sonhava com um ótimo resultado em sua corrida doméstica, acabou prejudicado no Q1 pela estratégia furada da Ferrari, e largou lá atrás no grid, fez uma bela mas curta corrida, após ter feito pelo menos duas ultrapassagens sensacionais para um circuito de rua como o de Mônaco, mas acabou tendo um pneu furado num toque e rodada, afetando o balanço de sua Ferrari, e acabou abandonando a prova na volta 18.

A Honda deve ter ficado muito feliz hoje: quatro carros com motor da Honda pontuarem num mesmo GP, só tinha acontecido uma única vez antes: foi no GP da Inglaterra de 1987 (ou seja, 32 anos atrás). Mas hoje aconteceu pela segunda vez, em Mônaco, com os carros de Verstappen (P4), Gasly (P5), Kvyat (P7) e Albon (P8)

Com quase 30% da temporada já disputada a liderança está cada vez mais com Hamilton, que já tem 17 pontos à mais que Bottas, e 55 pontos à frente de Vettel. Verstappen está 4 pontos atrás do alemão, na quarta colocação.

Veja o Resultado Completo do GP de Mônaco
Veja o Histórico Completo deste Circuito
Veja um Resumo de como ficou a Temporada da F-1
Veja como ficou o Campeonato de Construtores
Veja como ficou o Campeonato de Pilotos
Veja os Resultados dos Pilotos nesta Temporada
Veja como ficou a Batalha entre Companheiros de Equipe

» Veja abaixo os melhores classificados nesta prova:

#PilotoNac.EquipeTempo
Lewis HamiltonINGMercedes78 voltas
Sebastian VettelALEFerrari+2,602s
Valtteri BottasFINMercedes+3,162s
Max VerstappenHOLRed Bull+5,537s
Pierre GaslyFRARed Bull+9,946s
Carlos Sainz JrESPMcLaren+53,454s
Daniil KvyatRUSToro Rosso+54,574s
Alexander AlbonTAIToro Rosso+55,200s
Romain GrosjeanFRAHaas+61,034s
10ºDaniel RicciardoAUSRenault+60,894s
11ºLando NorrisINGMcLaren+66,801s
FJPB155

Link permanente para este artigo: http://www.esportesmotor.com/?p=8997

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com