Sandro Cortese

O alemão Sandro Cortese acaba de se tornar campeão – o primeiro da história da Moto3 – com duas etapas de antecedência. Foi no GP da Malásia, disputado em Sepang, onde levou o título vencendo, embora sua grande vantagem no campeonato não exigisse tanto de resultado naquela prova. Neste momento ele já venceu mais um GP, o da Austrália, em Phillip Island, faltando ainda a última etapa, em Valência, na Espanha, para terminar a temporada 2012.

Cortese começou a correr de moto no Campeonato da Alemanha. Ele estreou na Motovelocidade na categoria de entrada, a Moto 125cc, à época – na temporada de 2005, no GP da Espanha, correndo com uma moto Honda, e chegando apenas em 30º lugar. Na temporada de estréia ele acumulou apenas 8 pontos, terminando a temporada na 26ª colocação.

Continuou correndo com Honda no ano seguinte, e depois com Aprilia, também pelos outros 2 anos. Nesse período não parou de crescer na categoria, acumulando mais pontos e terminando os campeonatos cada vez melhor. Tanto que em 2008 ele foi o oitavo colocado, depois de acumular 141 pontos.

O ano de 2009 viu Cortese deixar sua primeira grande marca no cenário mundial depois da mudança para a Ajo Interwetten, com uma moto Derbi, ao terminar a primeira corrida no Qatar em terceiro. Assim como a primeira pole da carreira em Assen nesse mesmo ano, ele somou mais dois pódios em Portugal e na Austrália, o que o levou a terminar a temporada no sexto lugar.

Ele foi companheiro de Marc Márquez em 2010 na Ajo, mas – mesmo fazendo mais pontos que em 2009 -, não conseguiu melhorar de posição no campeonato, comparativamente ao ano anterior, o que o levou à nova mudança de equipe e moto, para a Intact-Racing Team Germany numa Aprilia em 2011.

Essa acabou sendo sua melhor temporada, até aquele momento de sua carreira na Motovelocidade, e viu-o conquistar sua primeira vitória num GP em Brno, seguida de outra na Austrália, ao que se somaram ainda quatro outros pódios (três segundos e um terceiro lugar), resultados que levaram o germânico ao quarto posto no campeonato – sua melhor clasificação na carreira -, no que foi uma temporada muito disputada nas 125cc e que o levaria à nova Moto3 no ano seguinte.

Para a primeira temporada da Moto3, Cortese foi para uma nova equipe, a Red Bull KTM Ajo, onde já começou mostrando serviço, conquistando a pole no Qatar e terminando essa corrida na terceira colocação. No que foi uma luta continua com o espanhol Maverick Viñales ao longo da temporada, os 14 pódios de Cortese nas 16 primeiras corridas do ano (cinco vitórias, quatro segundos e cinco terceiros lugares) revelaram a velocidade, maestria e compostura do alemão, o que só justificou a conquista da taça de campeão na Malásia.

Algumas Estatísticas sobre Cortese:

. Cortese é o campeão da primeira temporada da Moto3

. Cortese é o quarto piloto alemão a levar o título na categoria inicial da Motovelocidade (os outros foram Werner Haas, em 1953; Dieter Braun, em 1970; e Dirk Raudies, em 1993).

. Com 22 anos, 9 meses e 19 dias Cortese é o mais jovem alemão a vencer na categoria inicial da Motovelocidade.

. Cortese é o primeiro piloto da história da MotoGP (ou seja incluindo todas as categorias) a se sagrar campeão usando uma moto KTM.

. Cortese terminou todas as etapas de 2012 (até a penúltima, pelo menos) entre os Top 6 – ou seja numa anotou menos que 10 pontos em cada uma das provas de 2012.

1.038.584FJPB1.30

Link permanente para este artigo: http://www.esportesmotor.com/?p=3233

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com