GP2: Razia fecha temporada com saldo positivo

A temporada 2011 da GP2 foi encerrada neste domingo no circuito de Monza, após uma jornada de 18 corridas divididas em nove rodadas duplas, que passaram por oito países diferentes e tiveram início no mês de maio. Único brasileiro na categoria, Luiz Razia encerrou o campeonato de forma digna, completando as duas provas entre os dez.

Depois de ser o décimo no sábado, evoluindo oito posições durante a prova, Razia partiu da mesma posição e não teve uma corrida fácil: para desviar da confusão tradicional da primeira curva, o baiano de 22 anos perdeu espaço para outros pilotos e foi obrigado a recuperar no braço.

“Tive uma largada bastante boa, mas o [Charles] Pic bateu com o [Luca] Filippi e tive de ir para a esquerda. Com isso, três carros me passaram e tive de recuperar essas posições na pista. Era uma corrida que dava para ter chegado nos pontos, mas não tem o que fazer. Foi bom ter terminado as duas corridas, apesar de ter ficado fora dos pontos”, comenta.

O saldo do campeonato foi considerado positivo por Razia, que, junto com o italiano Davide Valsecchi, levou a equipe estreante Caterham Team AirAsia à sexta posição entre os times. “A gente pagou bastante pelo noviciado. Tivemos duas equipes novas, a gente, que ficou em sexto, e a outra, que foi última. Conseguimos pódios, pole, volta mais rápida, mas faltou consistência na frente”, diz o terceiro piloto do Team Lotus na F-1.

“Também erramos bastante e corrida não aceita nenhum tipo de erro. Terminamos o ano não tão na frente, o carro quebrou algumas vezes, cometemos falhas de acerto, pit stops, pressão de pneus, mas botamos muita pressão na equipe e eles responderam bem, mas já esperava isso. Estou feliz pela equipe. No meu caso, faltaram pontos”, resume.

Com o encerramento da GP2, Luiz Razia passa se concentrar em suas tarefas junto ao Team Lotus, onde será o terceiro piloto e primeiro reserva nas seis próximas corridas, com testes marcados para Abu Dhabi e Interlagos a bordo do carro de Jarno Trulli e Heikki Kovalainen. “Agora a gente terá chance de sentar no carro e poder mostrar alguma coisa. Estamos trabalhando com patrocinadores e, com o fim da GP2, temos de pensar no futuro”, completa.

FJPB2

Link permanente para este artigo: http://www.esportesmotor.com/?p=619

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com