Voltar para [Resultados]

Hat Tricks na F-1

Acho que todos sabem o que é o tal de fazer barba, cabelo e bigode no automobilismo: é quando um piloto larga da pole, faz a melhor volta da prova e termina vencendo-a. Em inglês isto é conhecido como Hat Trick. É uma estatística muito legal, pois mostra uma grande atuação de um piloto numa determinada prova.

Na Fórmula 1 já temos 45 pilotos que fizeram pelo menos um Hat Trick. O maior deles é o alemão Michael Schumacher, com espantosos 22 Hat Tricks no total. É um número impressionante ainda mais se compararmos com o total do segundo colocado, que é Lewis Hamilton, que acumulou “apenas” 13 Hat Tricks.

Entre os brasileiros Ayrton Senna acumulou 7 desses, Felipe Massa outros 4, Nelson Piquet mais 3 e até Rubens Barrichello entrou nessa, com dois Hat Tricks.

Na tabela abaixo você poderá conferir cada um dos 45 pilotos que atingiram pelo menos um Hat Trick em suas carreiras na Fórmula 1. A tabela já está atualizada para o Hat Trick obtido pelo finlandês Valtteri Bottas, seu primeiro, no GP da Abu Dhabi de 2017:

Podemos verificar que na distribuição dos Hat Tricks da Fórmula 1 por década, os anos mais profícuos foram os da década de 90. Mas nada supera a década dos anos 2000, quando um total de 34 Hat Tricks foram registrados nos GPs da categoria.

Mas a atual década pode ser uma das maiores – e talvez possa ultrapassar os anos 2000 – já que já acumula 23 desses eventos até o final da temporada de 2017 encerrada pelo GP de Abu Dhabi.

Os anos 10 (isto é, de 2010 até hoje) apresentam uma característica comum entre si, e que não é compartilhada por nenhuma outra década anterior, desde 1950: apenas um único piloto alcançou todos os hat tricks de cada temporada, senão vejamos:

    • em 2010 foram dois, todos de Alonso;
    • em 2011 foram dois de Vettel;
    • em 2012 foram dois novamente e todos de Vettel;
    • em 2013 Vettel repetiu com três hat tricks.;
    • em 2014, foram três hat tricks, agora apenas de Hamilton;
    • em 2015 até setembro outros quatro, e novamente todos de Hamilton.
    • PS: esta condição foi quebrada no GP do México de 2015, por Nico Rosberg

Consulte também os Grand Chelems da Fórmula 1

— FJPB —

Link permanente para este artigo: http://www.esportesmotor.com/?page_id=4371

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.