Voltar para Diversos

Maiores Dobradinhas na Fórmula 1

Confira quais foram as maiores dobradinhas que a Fórmula 1 já viu em seus mais de 70 anos de história. Duplas que levaram suas equipes a muitas conquistas com a pontuação máxima possível.

Uma das mais conhecidas dobradinhas da Fórmula 1 de todos os tempos foi ultrapassada por um nova dobradinha antes da metade da temporada 2015 da categoria, mas nenhuma das duas é a que obteve – até aquele momento – a maior quantidade de dobradinhas – isto é: vencedor e segundo colocado da mesma equipe numa mesma prova.

No fim de semana do GP do Canadá, realizado em 07 de junho de 2015, a dupla de pilotos da Mercedes, composta pelo inglês Lewis Hamilton e pelo alemão Nico Rosberg, alcançou a marca de 15 dobradinhas, superando a famosa dupla da McLaren, composta pelo brasileiro Ayrton Senna e pelo francês Alain Prost, que entre 1988 e 1989 tinha chegado à 14 dobradinhas com seus pilotos.

Mas até o GP do Japão, mais quatro dobradinhas foram alcançadas pelos pilotos da Mercedes, chegando assim à marca de 19 – exatamente no meio do caminho entre a McLaren de Senna e Prost e a Ferrari de Schumacher e Barrichello. E quando finalmente a temporada 2015 da categoria terminou, com outra dobradinha da Mercedes, ela alcançou a marca das 23 dobradinhas. A apenas uma do recorde ainda mantido pela Ferrari, de 24 dobradinhas de Schumacher com Barrichello. Mas isso ainda foi amplamente superado na temporada 2016, quando a dupla Hamilton & Rosberg alcançaram a grande marca de 31 dobradinhas.

A partir de 2017 nova dupla se formou na Mercedes, agora com Valtteri Bottas se juntando à Hamilton. Com a dupla de inglês com finlandês a Mercedes iniciou nova caminhada, que até a última corrida de 2020 já tinha alcançado outras 22 dobradinhas. Simplesmente a Mercedes agora detém o primeiro e o terceiro lugares entre as equipes que tiveram mais dobradinhas com seus pilotos.

São números que traduzem muito bem o incrível domínio que atualmente a Mercedes vem impondo na Fórmula 1. Das 138 corridas disputadas nesta era dos motores V6 turbo – a partir de 2014 -, o time venceu 102 vezes, fez 109 pole positions e 71 voltas mais rápidas, além das 53 dobradinhas citadas acima.

A continuar esse domínio quase absoluto, a Mercedes poderá já despachar a marca da dupla Schumacher & Barrichello na Ferrari, colocando-se em primeiro e segundo lugares, logo nas primeiras etapas de 2021. E corre-se o risco da nova dupla – Hamilton & Bottas – assumir a primeira posição perto do final da próxima temporada.

313.481FJPB661

Link permanente para este artigo: http://www.esportesmotor.com/?page_id=5073

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com