Voltar para A Temporada

The Clash (Sprint Unlimited)

Como sempre a abertura de cada temporada da Nascar Cup ocorre na semana anterior à da prova de efetiva abertura do campeonato – a Daytona 500. Sem valer pontos, ela dá bons prêmios em dinheiro.

Em 2013 essa corrida extra-campeonato passou a se chamar de Sprint Unlimited, mas que sofreu nova mudança de denominação a partir de 2017: sendo a partir de então conhecida como a The Clash.

São poucos os pilotos que participam dessa prova, que se diz como a que tem os pilotos mais rápidos da Nascar. Os pilotos são convidados – eles não podem se inscrever, tem que estar entre os chamados “elegíveis”.

Elegíveis são os pilotos que foram poles na temporada anterior ou que já venceram o evento (que anteriormente era denominado de Budweiser Shootout) no passado. Também entram os pilotos que disputaram o Chase da categoria no ano anterior. Também são elegíveis os poles das provas anteriores da Daytona 500.

São quase 1.500 biografias e estatísticas de Pilotos dos Esportes a Motor

O grid é limitado à um máximo de 25 pilotos, e assim, se precisar, outros pilotos podem ser convidados, embora em geral a categoria convide os pilotos restantes baseado na classificação geral do campeonato anterior.

Uma votação do público é o que determina o grid da prova. A prova é apenas festiva, mas dá um bom prêmio em dinheiro, e era disputada em três segmentos, com um total de 75 voltas para serem disputadas. Já houve várias mudanças no formato da prova, mas desde o ano de 2017 o formato é de apenas dois segmentos, o primeiro com 25 voltas e o último de 50 voltas, completando as 75 voltas do novo formato.

Para a corrida de 2021, onde o circuito a ser utilizado é o misto de Daytona, os dois segmentos terão ajustados seu número de voltas: o primeiro terá 15 voltas, enquanto o segundo segmento terá 20 voltas, pelo roval de 3,61 milhas (5,81 km).

Após o The Clash, a Nascar faz a definição final do grid da Daytona 500, através dos chamados Duels. São duas provas de 60 voltas, com metade do grid em cada uma, lideradas pelos dois melhores na classificação inicial (e que já garantem a primeira fila do grid) – disputada horas antes da The Clash, ou no dia anterior -, e que complementam o grid, com os resultados do Duel 1 preenchendo as vagas ímpares do grid da Daytona 500, e com os resultados do Duel 2 preenchendo as vagas pares do grid.

Tudo sobre os Esportes a Motor
Fórmulas, Motos, Turismo, Rali e muita Estatística

Para 2019 incluíram uma novidade, que é a premiação de pontos (para a corrida) para os Top 10 em cada Duel, no mesmo esquema das bonificações dadas aos Top 10 dos Estágios 1 e 2 das corridas normais: 1º = 10; 2º = 9; 3º = 8 … até o 10º = 1 ponto

» Confira abaixo todos os vencedores da The Clash no século XXI:

2020: Erik Jones
2019: Jimmie Johnson (2x)
2018: Brad Keselowski
2017: Joey Logano
2016: Denny Hamlin (3x)
2015: Matt Kenseth
2014: Denny Hamlin (2x)
2013: Kevin Harvick (3x)
2012: Kyle Busch
2011 Kurt Busch
2010: Kevin Harvick (2x)
2009: Kevin Harvick
2008: Dale Earnhardt Jr (2x)
2007: Tony Stewart (3x)
2006: Denny Hamlin
2005: Jimmie Johnson
2004: Dale Jarrett (3x)
2003: Dale Earnhardt Jr
2002: Tony Stewart (2x)
2001: Tony Stewart

O maior vencedor dessa prova foi Dale Earnhardt Sr que venceu por seis vezes, nos anos de 1980, 1986, 1988, 1991, 1993 e 1995. Neste século quatro pilotos já a venceram por três vezes cada: Dale Jarrett, Tony Stewart, Kevin Harvick e Denny Hamlin – este último nos anos de 2006, 2014 e 2016. Nos últimos anos apenas Jimmie Johnson venceu mais de uma vez.

401.319FJPB594.1

Link permanente para este artigo: http://www.esportesmotor.com/?page_id=5552

3 menções

  1. […] The Clash (Sprint Unlimited) […]

  2. […] The Clash (Sprint Unlimited) […]

  3. […] Sprint Unlimited (The Clash) […]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com