Dakar: primeira semana de disputas

Na 8ª especial, disputada no domingo (08) com motos e quadris de volta, entre Al Duwadimi e Riyadh, o Dakar reservou uma etapa, de 407km cronometrados, pouco mais tranquila que as últimas.

Nas Motos a singularidade de que nenhum vencedor repetiu sua vitória, principalmente o líder, Skyler Howes, que ainda não venceu nenhuma etapa, nem mesmo o Prólogo.


Confira alguns detalhes das especiais disputadas na 1ª semana

» dia 08 (08/-1) – 407 km

Nos Carros este domingo viu a segunda vitória numa especial deste Dakar do francês Sebastien Loeb, que deixou Nasser Al-Attiyah pouco mais de 2 segundos para trás, com o espanhol Carlos Sainz em terceiro, mas por causa de uma punição por “excesso de velocidade”. Na geral Nasser é o grande líder com quase 64 minutos de vantagem sobre Henk Lategan. O brasileiro Lucas Moraes continua na terceira colocação – com quase 32 minutos de folga sobre Loeb.

Nas Motos a primeira vitória do piloto de Botswana, Ross Branch, que liderou Daniel Sanders por mais de 3 minutos, e por quase 4 minutos sobre Mason Klein. Na geral a liderança ainda é de Howes – que aliás não venceu até aqui neste Dakar. Mas sua vantagem sobre Kevin Benavides e Klein se evaporou. O americano, o argentino estão separados por míseros 13 segundos, mesma diferença que para o americano Klein, pois estes empataram rigorosamente ao final da oitava especial.

Nos Trucks a vitória voltou às mãos de um piloto tcheco, mais especificamente para Martin Macik, que neste domingo alcançou sua quarta vitória. Ales Loprais, que fechou a especial em terceiro, continua na liderança da geral nos Trucks, mais de 16 minutos à frente de Martin van den Brink.

Nos Quadris tivemos a segunda vitória do argentino Manuel Andujar, que superou Alexandre Giroud por mais de 2 minutos, com Marcelo Medeiros completando a especial em terceiro. Na geral Giroud lidera já com uma mão na taça, pois já tem uma vantagem superior aos 101 minutos para o vice-líder, Andujar. Para Andujar a briga vai ser grande, mas para se manter na vice-liderança, já que Pablo Copetti está a apenas 35 segundos de diferença. O brasileiro está na 11ª colocação da geral.

Finalmente nos UTVs tivemos boas brigas tanto nos LWPs – onde João Ferreira foi 17 segundos mais rápido que Lopez Contardo -, quanto nos SSVs – onde Gonzalez Ferioli chegou 3 minutos à frente de Yasir Seaidan. Na geral entre os LWP o belga Guilaume de Mevius lidera, mas tem apenas pouco mais de 4 minutos de vantagem sobre Austin Jones. Nos SSVs há também uma diferença bem pequena entre o líder, o lituano Rokas Baciuska e Mark Goczal.

Na geral dos SSVs estão três brasileiros, que tem tido ótimos desempenhos até aqui. Eles vem juntos em sexto (Cristiano Batista), sétimo (Rodrigo Luppi) e oitavo (Bruni Conti).


» dia 07 (07/01) – 333 km

Sem as Motos e os Quadris, esta especial, que retornou ao que seria o destino da etapa de sexta-feira, Al Dawadimi, os demais veículos disputaram uma etapa que foi razoavelmente rápida.

Nos Carros, onde hoje a vitória coube a Yazeed Al Rajhi, o brasileiro Lucas Moraes completou em 11º. Na geral o brasileiro está a pouco mais de 10 minutos do vice-líder, Henk Lategan, e com uma folga acima dos 25 minutos para Giniel de Villiers.

Nos Trucks aconteceu a primeira vitória do holandês Janus van Kasteren nesta edição do Dakar, com Ales Loprais em segundo lugar, à quase 4 minutos de diferença. Na geral Loprais ganhou uma folga mínima sobre Martin van den Brink, que passou para 2 minutos exatos, com o vencedor deste sábado ficando em terceiro, com pouco mais de 22 minutos de atraso.

Nos UTVs da classe Protótipos Leves a vitória foi para o americano Mitchell Guthrie, sua terceira neste Dakar, que superou Lopez Contardo por quase 2 minutos. Na geral entre os LWPs Guillaume de Mevius permanece na liderança, com vantagem de mais de 8 minutos sobre Austin Jones e com o terceiro, Seth Quintero, totalmetne fora da disputa pelo título em 2023, já que tem um atraso de quase 63 minutos.

Já na classe Derivados de Série, os SSVs, a vitória foi do lituano Rokas Baciuska, que teve Cristiano Batista em seus calcanhares o tempo todo, chegando com 1 minuto de desvantagem. Na geral dos SSVs Rokas assumiu a liderança, cerca de 6 minutos à frente dos irmãos Marek e Eryk Goczal. Todos beneficiados por um problema com o UTV de Rodrigo Luppi, que perdeu a liderança que assegurou nas últimas 3 especiais, e que caiu para a sexta posição.


» dia 6 (06 de janeiro) – 466 358 km

Com os veículos passando reto por Al Dawadimi, numa especial encurtada, mas com o maior deslocamento de uma etapa do Dakar, que chegou a espantosos 917,74 km totais, esta etapa levou muitos problemas para vários pilotos, em todas as categorias.

Nos Carros Nasser Al-Attiyah venceu pela terceira vez, superando Sebastien Loeb por mais de 3 minutos. Lucas Moraes o único brasileiro na categoria, foi o sétimo nesta sexta-feira. Na geral, sem a perseguição dos carros da Audi, Nasser já livrou quase 67 minutos de vantagem para seu companheiro de Toyota, o sul-africano HenkLategan. Moraes deu um salto na geral, e terminou o dia na terceira colocação, com mais de 31 minutos sobre Giniel de Villiers.

Nas Motos simplesmente um sexto vencedor diferente apareceu, pelas mãos do argentino Luciano Benavides, mas que teve Skyler Howes a menos de 1 minuto na especial. Na geral Howes lidera Toby Price, mas a diferença entre ambos é bem pequena, menor que quatro minutos. Kevin Benavides é o terceiro, sete minutos atrás, com o espanhol Joan Barreda Bort em quarto, à menos de 11 minutos do líder.

Nos Trucks pela primeira vez tivemos uma vitória de um não-tcheco. Foi o holandês Mitchel van den Brink, que praticamente chegou empatado com seu compatriota Janus van Kasteran. Na geral quem lidera é Ales Loprais, com apenas 23 segundos à frente de Van den Brink. Já para Janus, o terceiro da geral, a diferença já sobe para pouco mais de 26 minutos.

Nos Quadris a vitória hoje também foi de um argentino, mas foi de Manuel Andujar, que superou o líder na geral Alexandre Giroud por pouco mais de quatro minutos, e colocou mais de sete minutos de vantagem para o vencedor de ontem, seu compatriota Francisco Moreno. Hoje o brasileiro Marcelo Medeiros foi o sétimo colocado, ele que está em décimo na geral. A diferença entre os ponteiros nos Quadris ficou bem grande, quase chegando aos 43 minutos.

Finalmente nos UTVs as vitórias hoje ficaram com o belga Guillaume de Mevius, sua primeira no Dakar 2023, entre os Protótipos Leves, ele que também lidera na geral, e de Marek Goczal nos Derivados de Série . Nesta sub-categoria, o brasileiro Rodrigo Luppi ficou na quinta posição hoje, mas manteve-se na liderança dessa classe pelo terceiro dia consecutivo.


» dia 5 (05 de janeiro) – 375 km

Foi o segundo laço ao redor de Ha´il que foi disputado hoje. Muita areia e dunas altas é o que todos os pilotos viveram nesta especial. Foi a primeira prova real de resistência nesta edição.

Nos Carros Nasser Al-Attiyah venceu sua segunda especial, repetindo o feito que obteve na segunda especial. Carlos Sainz chegou em segundo, menos de 2 minutos atrás. Na geral o piloto qatari colocou mais de 22 minutos de vantagem sobre Stephane Peterhansel, e tem 27 minutos à frente de Yazeed Rajhi.

Nas Motos vitória do quinto piloto diferente, desta vez com a vitória do francês Adrien van Beveren, mas que superou a Cornejo Florimo por meros 13 segundos. Na geral a liderança é de Skyler Howes, mas Toby Price está a apenas 2 minutos.

Nos Trucks aconteceu a segunda vitória de Ales Loprais, que ainda é superado pelo compatriota Martin Macik, que já venceu as outras três especiais. Na geral Loprais tem mais de 15 minutos à frente de Martin van den Brink, piloto que ainda não venceu nenhuma especial, mas tem tido desempenhos constantes. Provavelmente o campeonato nos Trucks deve ficar entre estes dois, já que Janus van Kasteren, o terceiro na geral, já tem quase 52 minutos de atraso.

Nos Quadris a vitória ficou com o argentino Francisco Moreno, o primeiro não francês a vencer nesta edição. Pablo Copetti foi o segundo, mas foi seguido de perto por Marcelo Medeiros. Na geral Alexandre Giroud mantém uma tranquila liderança, com o argentino há quase 40 minutos atrás.

Já nos UTVs a vitória – nos Protótipos Leves – ficou com o americano Seth Quintero, enquanto nos Derivados de Série a vitória ficou com o lituano Rokas Baciuska. Já nas gerais dos UTVs as lideranças estão com o belga Guillaume de Mevius, mais de 7 minutos à frente de Austin Jones na LWP, e com o brasileiro Rodrigo Luppi, que tem quase 17 minutos de folga sobre Eryk Goczal.


» dia 4 (04 de janeiro) – 425 km

O primeiro dos dois laços ao redor de Ha´il seguirá para o norte. Muita areia e dunas altas é o que terão os pilotos nos primeiros 100 km, depois para retornar à cidade uma navegação perfeita será fundamental para fechar o dia sobre a areia do deserto.

Nos Carros o vencedor de hoje foi o segundo francês consecutivo, agora pelas mãos de Sebastien Loeb. Mas na geral o líder é Nasser Al-Attiyah, com 8 minutos de vantagem sobre Yazeed Al-Rajhi, ambos com Toyota.

Nas Motos apareceu o primeiro espanhol a vencer nesta categoria, no caso Joan Barreda Bort, mas na especial, onde Bort está como o quarto colocado, os líderes são Daniel Sanders e Skyler Holmes, que estão separados por mais de 5 minutos.

Nos Trucks só dá vencedores da República Tcheca, com Martin Macik chegando à sua terceira vitória em especiais desta edição. Mas o líder é Ales Loprais, que fechou esta quarta-feira com mais de 27 minutos de vantagem sobre o holandês Martin van den Brink, que entretanto não venceu ainda, e já tem outro tcheco, Jaroslav Valtr, em sua cola. Valtr era o segundo ontem, mas uma punição de 3min30s o jogou para terceiro lugar.

Nos Quadris outra lavada francesa, mas aqui pelas mãos de um único piloto, Alexandre Giroud, que venceu até o prólogo. A vantagem de Giroud para o vice-líder, Francisco Moreno, já ultrapassa os 47 minutos – a maior diferença entre todas as categorias até aqui.

Finalmente nos UTV, divididos em duas sub-classes, viu a vitória do americano Mitchell Guthrie nos Protótipos Leves, com o polonês Eryk Goczal vencendo entre os Derivados de Série. Mas nessa sub-classe temos o único brasileiro a liderar uma categoria neste Dakar: Rodrigo Luppi.


» dia 3 (03 de janeiro) – 447 km

Os primeiros 50 km desta especial são os mais bonitos deste rali. O trajeto passa através de vários desfiladeiros, e se espera uma dificuldade maior pelo lado da navegação, para encontrar os caminhos corretos para se chegar rapidamente ao destino final.

As fortes chuvas que caíram na tarde desta terça-feira obrigaram a organização a interromper a especial perto do km 240. Poucas motos chegaram ao final, e menos de dez carros conseguiram isso. As demais categorias não conseguiram terminar a etapa. Houve a probabilidade da especial ser cancelada, mas após algumas horas para as águas baixarem, a especial conseguiu ser completa para todas as categorias.

Nas Motos o vencedor foi o australiano Daniel Sanders, que agora lidera na geral da categoria, com mais de 4 minutos de frente para Mason Klein. Na especial Skyler Howes foi o segundo melhor, com Klein em terceiro.

Nos Carros o francês Guerlain Chicherit venceu com mais de 3 minutos de vantagem sobre Henk Lategan. Mas estes nem chegaram perto da liderança da geral, que tem Nasser Al-Attiyah agora como o melhor entre os Carros, após os problemas com a roda de Carlos Sainz. Yazeed Al-Rajhi está na vice-liderança na geral.

Chicherit é o terceiro vencedor diferente nos Carros, o que significa que nenhuma nacionalidade venceu uma segunda especial, até aqui.

Nos Trucks a vitória ficou com Martin Macik – sua segunda neste Dakar – que manteve a escrita de só ter vencedores da República Tcheca, pelo menos até aqui. Mas na geral quem lidera é outro tcheco, Jaroslav Valtr, que entretanto ainda não venceu alguma especial em 2023.

Nos UTVs, que desde 2022 está subdividido em duas classes, os melhores nesta especial foram o americano Austin Jones, nos Protótipos Leves, e o brasileiro Cristiano Batista nos Derivados de Série. O americano SethQuintero assumiu a liderança entre os Protótipos, mas com mínimos 61 segundos de vantagem sobre Guillaume de Mevius. Já Marek Goczal se manteve na liderança entre os Derivados de Série, agora com mais de 9 minutos de vantagem sobre o brasileiro Rodrigo Luppi.


» dia 2 (02 de janeiro) – 431 km

A navegação nesta especial não deve ser muito complicada, porém será necessária uma boa pilotagem. Além disso uma série de dunas poderá decidir o resultado para boa parte dos pilotos, além dos riscos por trechos com muitas pedras no caminho.

Nos Carros hoje foi vencedor o qatari Nasser Al-Attiyah, mas que na geral não conseguiu superar o tempo do espanhol Carlos Sainz. O brasileiro Lucas Moraes melhorou duas posições hoje, subindo para o 11º lugar na geral.

Nas Motos nova vitória de um piloto americano, Mason Klein, piloto que estreou apenas em 2022, quando foi o nono colocado na geral.

Nos Trucks novamente um piloto de República Tcheca foi o vencedor, desta vez pelas mãos de Ales Loprais, piloto que disputou 17 edições desde 2007, mas que ainda não conseguiu ser o campeão na categoria.

Nos Quadris novamente um francês foi o mais rápido, e com Alexandre Giroud vencendo novamente neste Dakar. Giroud corre desde 2017 no Dakar, sendo o atual campeão dos Quadris. O brasileiro Marcelo Medeiros caiu hoje onze posições, fechando a segunda-feira como o 14º na geral.

Finalmente nos UTVs, que desde 2022 está subdividido em duas classes, os melhores nesta segunda-feira foram Francisco Lopez Contardo, nos Protótipos Leves, e Marek Goczal nos Derivados de Série, que na geral ficou na sexta posição. Aqui temos cinco brasileiros, sendo que o melhor classificado na geral ainda é Rodrigo Luppi, que subiu para o sétimo lugar na geral (na classe SSV ele é o segundo melhor colocado).


Confira um resumo do Dakar, com o roteiro detalhado desta edição do Dakar,a evolução dos brasileiros, os vencedores de cada especial e em cada categoria, e quem já venceu pelo menos duas especiais.

» Confira os Vencedores das Especiais

DiaCarrosMotosTrucks
08Sebastien LoebRoss BranchMartin Macik
07Yazeed Al-RajhiJanus van Kasteren
06Nasser Al-AttiyahLuciano BenavidesMitchel van den Brink
05Nasser Al-AttiyahAdrien van BeverenAles Loprais
04Sebastien LoebJoan Barreda BortMartin Macik
03Guerlain ChicheritDaniel SandersMartin Macik
02Nasser Al-AttiyahMason KleinAles Loprais
01Carlos SainzRicky BrabecMartin Macik
PrologoMattias EkstromToby PriceMartin Macik
Tabela #1: Carros, Motos e Trucks

DiaQuadrisLWPSSV
08Manuel AndujarJoão FerreiraGonzalez Ferioli
07Mitchell GuthrieRokas Baciuska
06Manuel AndujarGuillaume de MeviusMarek Goczal
05Francisco MorenoSeth QuinteroRokas Baciuska
04Alexandre GiroudMitchell GuthrieEryk Goczal
03Alexandre GiroudAustin JonesCristiano Batista
02Alexandre GiroudMitchell GuthrieMarek Goczal
01Alexandre GiroudLopez ContardoEryk Goczal
PrologoAlexandre GiroudCristina GutierrezRokas Baciuska
Tabela #2: Quadris, Protótipos Leves (LWP) e Derivados de Série (SSV)
1.717.573FJPB1.1.277

Link permanente para este artigo: https://www.esportesmotor.com/dakar-2o-dia-de-disputas/