F1: Aston Martin ruim também como Safety Car

No GP da Austrália, quando foi utilizado um carro da Aston Martin como Safety Car num esquema de rodízio, Max Verstappen reclamou muito da baixa velocidade do que chamou “tartaruga”.

Conhecido como um grande reclamão, tudo seria esquecido e relevado se, ao lado de Verstappen, não houvessem vários outros pilotos também reclamando muito da baixa velocidade desse carro, nos momentos em que ele entrou na pista.

Para os pilotos sua baixa velocidade causava um grande problema, pois a temperatura dos pneus caía muito – o que tornava as relargadas em momentos ainda mais críticos, pelo baixo grip que apresentavam os pneus Pirelli de seus carros.

Tanto Charles Leclerc, como também George Russell, pilotos que estavam sempre atrás do Safety Car da Aston Martin, reclamaram de que ele seria cerca de 5 segundos mais lento ainda do que o Safety Car da Mercedes.

A FIA teve que se pronunciar, mas como sempre o fez, deu uma desculpa das mais esfarrapadas. A questão, segundo a FIA, era de que o uso do Safety Car é apenas para realmente baixar a velocidade dos carros em momentos de acidentes, para segurança dos trabalhadores que precisam limpar a pista de peças de carros que se espalharam, e que podem causar outros acidentes.

Mas se é apenas para diminuir a velocidade, não poderia-se usar apenas o Virtual Safety Car? Sobre o problema do resfriamento dos pneus – que podem causar outros acidentes graves – ela nem se manifestou, nem teria como, pois tem uma escolha de carros de segurança apenas pelo dinheiro, não pela capacidade técnica de ficar à frente dos velocíssimos carros da Fórmula 1.

Mais de 110 Estatísticas e Curiosidades das principais categorias dos Esportes a Motor. Clique e confira tudo!

É certo que a Aston Martin – a equipe da F1 – pena nas provas neste ano, quando ainda não marcou nenhum ponto – é a única que tem zero pontos, mas será que o carro de turismo da Aston Martin é mesmo mais lento que o da Mercedes, ou há outra explicação?

A resposta pode ser totalmente evidenciada no comparativo entre os dois carros de segurança que a FIA utiliza neste ano:

ItemMercedesAston MartinDéficit
ModeloAMG GT Black SeriesVantage
Motor4 litros bi-turbo V84 Litros turbo V8
Potência730HP528 HP27%
Torque máximo800 nM685 nM15%
Velocidade máxima325 km/h313 km/h4%
Aceleração (0 – 100km/h)3,2s3,5s9%
Peso1.520 kg1.570 kg4%
Downforce (à 200km/h)249 kg155 kg38%

Fica claro que o carro da Aston Martin perde em todos os itens de importância para efeitos de performance, mais ainda nos mais importantes como Potência, Torque e, principalmente, Downforce.

A FIA precisa deixar de buscar dinheiro (do patrocínio) e usar o melhor que estiver disponível, ou usar apenas o VSC. Do jeito que está estão fazendo uma ótima propaganda… para a Mercedes.

Muitas dicas legais estão sempre aparecendo no Dica-Legal.com – venha conhecer, pois sempre tem muita informação importante para você usar no seu dia-a-dia no mundo atual!
1.756.352FJPB1.419

Link permanente para este artigo: https://www.esportesmotor.com/f1-aston-martin-ruim-tambem-como-safety-car/