Nascar: Muitas novidades para 2023

A poucos dias da prova de abertura da nova temporada da Nascar Cup, destacamos algumas das muitas novidades que vão aparecer para esta nova campanha da maior categoria de automobilismo americana.

Algumas mudanças serão implementadas nesta que será a segunda temporada dos novos carros da Nascar Cup – na que é a 75ª temporada da história da categoria – , conhecidos por Next Gen. A principal delas é, com certeza, a realização de uma corrida nas ruas de Chicago.

Vamos resumir as mais importes novidades.

Confira os Campeonatos de Pilotos e Equipes; as Temporadas; as Estatísticas dos Pilotos e os PlayOffs

» Novas regras

A maior mudança será na possibilidade de se correr em dias de chuva nos ovais curtos. Algo impensável até agora, esta mudança entretanto não se aplica a momentos de chuva mais forte. Apenas quando as pistas estiverem úmidas e com no máximo uma fina garoa, é que essa possibilidade será permitida. Essa alteração vale, por exemplo, para a pista de Phoenix, que novamente encerrará a temporada.

Outra mudança é a proibição da famosa – e incrível – manobra de Ross Chastain, que usou o muro da pista de Martinsville, para ganhar posições e conseguir chegar aos Play-Offs. Manobras similares agora serão punidas com acréscimo no tempo ou uma sanção de volta.

Uma alteração na estrutura dos Next Gen deve resolver a questão dos choques de traseira, que trouxeram consequências até graves para os pilotos que sofreram dessa específica batida, principalmente para Kurt Busch e Alex Bowman. Os três fabricantes – Chevrolet, Ford e Toyota – tiveram permissão para alterar a parte traseira de seus carros, para evitar que a absorção dos impactos de traseira fosse toda em cima dos pilotos.

Finalmente não mais haverão as bandeiras amarelas de fim de estágio para os circuitos mistos, com a corrida continuando normalmente, deixando às equipes a estratégia de paradas de forma independente. É de de observar que isso não altera o sistema de dar pontos de bonificação para os Top 10 ao final dos estágios.

» Circuito de Rua em Chicago

Com certeza a maior novidade de todas irá permitir que a cidade de Chicago acompanhe a primeira corrida da Nascar Cup em suas ruas na longa história da categoria. Será no dia 2 de julho, quando a Nascar disputará uma prova no centro de Chicago, com uma extensão aproximada de 2,2 milhas (cerca de 3,54 km) num traçado com um total de 12 curvas, sendo três delas para a esquerda e nove para a direita.

» Campeões voltam e saem

A temporada 2023 da Nascar Cup verá o retorno de um grande campeão – Jimmie Johnson – que fará uma campanha apenas parcial. Correrá pela Legacy Motor Club, que até 2022 era chamada de Petty GMS. Johnson também adquiriu uma parte da propriedade da equipe. Além de Johnson a Legacy terá dois pilotos permanentes em 2023: Erik Jones e Noah Gragson.

Mas a temporada de 2023 também verá a despedida de um outro campeão, Kevin Harvick. Harvick fará a temporada completa, mas ao seu final se aposentará das pistas. Ele sairá da Stewart-Haas Racing, devendo virar um comentarista na TV americana. Ao final de sua última temporada ele deverá acumular grandes números em seu currículo: mais de 820 corridas e, provavelmente, mais de 60 vitórias.

» Mudanças de Equipes

A nova temporada verá várias mudanças de pilotos e equipes. A mais sentida será a ida de Kyle Busch, que largará 15 anos correndo pela Joe Gibbs Racing. O bicampeão da Cup passará a correr pela Richard Childress. Com certeza será um grande desafio para o piloto de 37 anos (fará 38 no início de maio), não só por tantos anos numa estrutura conhecida à fundo por ele, mas também porque a Richard Childress não vence um campeonato há quase 30 anos. Em seu lugar na Joe Gibbs entra um familiar do dono da equipe: Ty Gibbs.

Outra mudança notável é a de Tyler Reddick, que sairá exatamente da Richard Childress e entrará para a equipe 23XI Racing, se juntando à Darrell Wallace Jr numa campanha permanente em 2023.

Já Ty Dillon deve enfrentar sua última chance de continuar correndo na Nascar Cup. Ty está se mudando para mais uma equipe, agora para a Spire Motorsports. Esta será a quinta equipe por onde Ty irá correr em seus nove anos de categoria.

» Rookies de peso

Todas as temporadas sempre registram novos rookies. Em algumas poucos, em outras vários. Mas a temporada de 2023 verá dois rookies de peso estreando em campanhas completas.

O primeiro é Ty Gibbs, que vai para a equipe Joe Gibbs, para o lugar que era de Kyle Busch. O outro é Noah Gragson, que pilotará pela Legacy.

Gibbs, piloto de 20 anos, disputou parcialmente a temporada passada, substituindo ao machucado Kurt Busch. Seu melhor resultado foi um décimo lugar em Michigan. Por outro lado Gragson, de 24 anos, competiu em 18 provas – por três diferentes equipes, Beard, Kauling e Hendrick, onde substituiu o machucado Alex Bowman. Seu melhor resultado foi um quinto lugar na Daytona 400.

Ambos tem bom potencial para produzir alguns resultados surpreendentes, e garantir presença para outra temporadas mais.

São mais de 1.500 biografias e estatísticas de Pilotos das mais importantes categorias dos Esportes a Motor no Mundo

1.752.745FJPB1.839

Link permanente para este artigo: https://www.esportesmotor.com/nascar-muitas-novidades-para-2023/