FIA desclassifica a Renault do GP do Japão

A FIA e F1 divulgaram nesta quarta-feira que os carros da Renault foram desclassificados do GP do Japão, realizado há 10 dias. Apesar do novo dispositivo dos freios ter sido considerado dentro do regulamento, os comissários julgaram que ele era um auxílio os pilotos, o que é proibido.

Logo após a prova, a Racing Point havia entrado com um protesto contra o sistema nos freios do time da montadora francesa.

Em uma audiência realizada pela FIA em Genebra nesta quarta-feira, foi decidido que esse sistema usado por Daniel Ricciardo e Nico Hulkenberg em Suzuka não violou os regulamentos técnicos, mas foi classificado como auxílio ao piloto.

Como resultado, Ricciardo e Hulkenberg foram destituídos do sexto e 10º lugares, respectivamente. A Renault, que perdeu nove pontos de uma só vez, tem até esta quinta-feira para recorrer da decisão. A equipe perddeu terreno no Campeonato de Construtores, e agora tem apenas seis pontos de vantagem sobre a Toro Rosso.

A Renault insistiu que seu sistema de ajuste de freio estava dentro dos regulamentos técnicos. Após uma audiência de teleconferência entre os comissários do GP do Japão, foi concluído que o sistema da Renault cumpria os regulamentos técnicos. No entanto os comissários consideraram que o dispositivo era um auxílio ilegal ao piloto.

Eles acrescentaram: “O sistema de ajuste da equilíbrio de freio em questão atua como auxílio ao piloto, o poupando de fazer vários ajustes durante uma volta.”

A decisão de desqualificar Ricciardo e Hulkenberg da corrida de Suzuka foi tomada porque sentiram que eles haviam ganho uma vantagem com o sistema.

Atualização sobre o caso

Na semana seguinte à esta punição, o piloto Romain Grosjean declarou que quando correu pela Renault em 2015, ela já usava este sistema de ajuda de frenagens. Se for levado à serio – e lembrando do caso acontecido no GP de Cingapura em 2008, com aquela farsa absurda de Flávio Briatore e Nelson Piquet Jr – a FIA teria que tomar uma de duas opções:

  1. desqualificar a equipe Renault, no mínimo da temporada inteira de 2019;
  2. decidir que é um sistema legal – ela já falou isso – e devolver os pontos retirados da corrida do Japão;

Não dá para ficar sem tomar alguma atitude, já que este sistema parece que está sendo usado há mais de quatro anos.

Veja o Resultado Oficial do GP do Japão
Veja um Resumo de como ficou a Temporada da F-1
Veja como ficou o Campeonato de Construtores
Veja como ficou o Campeonato de Pilotos
Veja os Resultados dos Pilotos nesta Temporada

» Veja abaixo os Top 10 do GP do Japão:

#PilotoNac.EquipeTempo
Valtteri BottasFINMercedes52 voltas
Sebastian VettelALEFerrari+13,343s
Lewis HamiltonINGMercedes+13,858s
Alexander AlbonTAIRedBull+59,537s
Carlos Sainz JrESPMcLaren+69,101s
Charles LeclercMONFerrari-1 volta
Pierre GaslyFRAToroRosso-1 volta
Sergio PerezMEXRacing Point-1 volta
Lance StrollCANRacing Point-1 volta
10ºDaniil KvyatRUSToroRosso-1 volta
1.566.996FJPB1.106

Link permanente para este artigo: https://www.esportesmotor.com/fia-desclassifica-a-renault-do-gp-do-japao/

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.