Opinião: Etapa Maratona 48H foi um fracasso

O Rali Dakar, cuja primeira edição aconteceu em 1979, apenas com Carros e Motos, vem se reinventando há muitos anos para manter a emoção ao máximo a cada nova edição.

Aumento dos percursos com muito maiores dificuldades que as das edições anteriores, é uma arma que a ASO – organização que controla e gerencia o Dakar – lança mão à cada ano.

E para a edição de número 46, a quinta disputada na Ásia – mais especificamente na Arábia Saudita – além das novas dificuldades de sempre, inventaram uma especial do tipo Maratona (onde não há apoio técnico e mecânico das equipes) mas agora com duração de DOIS DIAS. Foi a chamada Maratona 48 horas, disputadas nesta quinta e sexta-feiras.

Mas o que vimos foi um “arrasa quarteirão” (boa imagem figurada, já que essa etapa foi disputada no chamado “Quarteirão Vazio”, um lugar sem vivas-almas).

Confira tudo sobre todas as edições do Rali Dakar desde 2007 clicando aqui!

Não sobrou pedra-sobre-pedra com dezenas de pilotos – mais precisamente 50 – punidos com mais de 48 horas nos seus tempos (lembrando que na verdade essa especial levou cerca de 7:20h de percurso real para os Carros (ou 8:00h para as Motos; 7:50 para os UTVs T3; ou 8:35h para os Trucks). Nos Trucks um exagero de mais de 100 horas de punição foram dados para 13 pilotos. Sem sentido algum! (veja a tabela #1 abaixo).

Imagino que a ideia não era acabar com as incertezas sobre quem seriam os campeões de cada categoria. Mas deixar apenas de um a quatro (vide tabela #3 abaixo) postulantes à vitória, quando ainda falta metade do rali a ser disputado, é a prova que erraram a mão.

Ou devem esquecer essa ideia mirabolante definitivamente, ou então definir punições adequadas para os pilotos.

Um piloto ser punido com 24 ou mais horas é a mesma coisa que desclassificá-lo. E ter todos os pilotos de uma categoria punidos (nos Trucks um único piloto não levou punição), é rídículo!

Mais de 110 Estatísticas e Curiosidades das principais categorias dos Esportes a Motor. Clique e confira tudo!

Tabela #1: Punições dadas na etapa maratona 48H por categoria

CategoriaTotal VeículosTotal sem PuniçãoPunidos com + 1 hPunidos com +24hPunidos com +48h
Carros6373129
Motos113228811
Trucks40111120
UTVs T34044104
UTVs T4332056

Tabela #2: Punições dadas em Porcentagem

CategoriaTotal sem PuniçãoPunidos com +1hPunidos com +24hPunidos com +48h
Carros11%5%19%14%
Motos19%7%7%10%
Trucks3%3%27%50%
UTVs T310%10%25%10%
UTVs T46%0%15%18%

Tabela #3: Pilotos dentro da faixa de 1 hora de diferença nos tempos totais

CategoriaPilotos em -1hComentário
CarrosCarlos Sainz
Mattias Ekstrom +20:31m
Sebastien Loeb +29:31m
Ainda está indefinida a disputa
MotosKevin Benavides
Toby Price +10:43m
Skyler Howes +5:04m
Pablo Quintanilla 19:02m
Adrien van Beveren +30:30m
Luciano Benavides 22:42m
Daniel Sanders +25:57m
Cornejo Florimo +41:21m
Totalmente indefinida
TrucksMartin Macik (-1:16:42h)Campeão virtual
UTVs T3Eryk Goczal (-1:02,18h)Campeão Virtual
UTVs T4Yasir Seaidan
Sara Price +02:58m
Xavier de Soultrait 05:30m
João Ferreira +17:29m
Jerome de Sadeleer +20:01m
Totalmente indefinida
A tabela mostra que – com apenas metade do rali disputada – sobram poucos nomes para a disputa dos títulos. E em duas categorias não haverá disputa mais alguma.

Você tem alguma opinião sobre este tópico? Deixe-a abaixo.

1.761.781FJPB1.283

Link permanente para este artigo: https://www.esportesmotor.com/opiniao-etapa-maratona-48h-foi-um-fracasso/

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.